Loading...

CAPAZ #6 - Uma inovadora portuguesa distinguida pela União Europeia

Tempo e dinheiro. Também no mundo da investigação científica estes dois fatores são essenciais, tão fundamentais quanto a sabedoria e o talento dos técnicos e cientistas envolvidos nos processos de investigação. Como em todos os sectores, existe uma contínua necessidade de captar investimento e, em contrapartida, produzir resultados dentro de prazos que nem sempre são os mais razoáveis para a ciência mas são imperativos para os mercados. Assim, desde logo se entende que a eliminação de custos e o aumento da eficiência em prol da redução de prazos de execução são duas das conquistas mais desejadas em qualquer indústria. E como se podem obter tamanhas vitórias? Uma das soluções é através de empresas que providenciem atalhos inteligentes, construídos a partir de tecnologia proprietária, capazes de acelerar processos de forma exponencial e ao mesmo tempo reduzir a margem de erro quando chega o momento de passar do “papel para a prática”.

Na nossa conversa de hoje, fomos conhecer uma dessas empresas, pela voz de Maria de Fátima Lucas, CEO e co-fundadora da Zymvol Biomodeling, empresa biotecnológica que atua na área da preparação enzimática, por via informática, para diferentes sectores da indústria, com especial enfoque na alimentar, farmacêutica e química. Formada em Engenharia Química pela Universidade do Porto, reside em Barcelona há vários anos, e foi lá que estabeleceu também a sede da empresa em 2017. Em apenas 18 meses a empresa já havia atingido o break even e agora, apenas 4 anos após a sua fundação, conta com clientes em 10 países diferentes e a participação em 30 projectos industriais de sucesso, projetando uma presença à escala global. Em parceria com o aclamado MIT (Massachusetts Institute of Technology), a Zymvol Biomodeling está correntemente a desenvolver um biocatalisador capaz de potenciar um microorganismo com a capacidade de degradar plástico PET de uma forma mais eficiente e acelerada. Todas estas conquistas valeram a Maria de Fátima Lucas a distinção com o prémio da União Europeia para mulheres inovadoras, ao abrigo do programa Horizonte 2020. Nesta conversa perguntamos acerca:

 

  • Da história por trás da génese da Zymvol Biomodeling e sobre a tecnologia que a empresa tem vindo a desenvolver;
  • O impacto que a tecnologia desenvolvida pela empresa tem na economia circular e na sustentabilidade da indústria química em geral;
  • A evolução do papel das mulheres no mundo da investigação académica e nos projectos de inovação em ambiente empresarial e corporativo;
  • A enzima que degrada plásticos e a parceria com o MIT;
  • A perspectiva pessoal de Maria de Fátima Lucas para os próximos 10 anos no campo da ciência e da tecnologia e os desafios inerentes à dicotomia tempo/dinheiro na investigação científica;

 

O que é um biocatalisador? 

Segundo o site do Infopédia, nos seres vivos ocorrem continuamente uma série de reações químicas. Quando estas reações se realizam nos laboratórios, só ocorrem por presença de altas temperaturas, descargas elétricas e outras fontes de energia que não são compatíveis com a vida dos organismos. Como as reações que se realizam nos seres vivos não podem ser violentas, são conseguidas graças à existência dos catalisadores biológicos, como as hormonas, as vitaminas e, as que ocupam lugar mais destacado, as enzimas.

 

Poderá ouvir esta WebTalk em Spotify (link de acesso) ou em Anchor FM (link de acesso).