Loading...

CAPAZ #15 - Desafios na sustentabilidade do Packaging

Sustentabilidade é a palavra de ordem para as economias do século XXI. Perante as consequências catastróficas que as alterações climáticas podem implicar para a civilização Humana e a escassez de certas matérias primas utilizadas em grande escala na produção industrial, a resposta correta depende do desenvolvimento do conceito de economia circular. A indústria do packaging é um dos pilares do ciclo de produção e está presente no quotidiano da vida de todos os consumidores de forma ubíqua pelo que o TECMAIA convidou Gustavo Pacheco Duarte, formado em Engenharia Química pela Universidade de Coimbra e doutorado pela State University of New York, atualmente a trabalhar na Holanda para a empresa Sappi, onde  lidera uma equipa de investigação que desenvolve novas soluções para o setor da indústria das embalagens. Ao longo desta conversa abordamos questões pertinentes e esclarecedoras acerca de tópicos como:

 

  • Desafios e oportunidades na integração no mercado de trabalho na Alemanha e na Holanda;
  • Papéis funcionais e de barreira, o que são e como podem ser melhorados;
  • A adaptação da indústria das embalagens na luta contra o desperdício alimentar;
  • O papel da legislação e da regulamentação governamental na indústria do packaging;
  • Perspectivas para o desenvolvimento desta indústria num futuro próximo e quais as metas a atingir a longo prazo;


Papel barreira, o que é?

Segundo o site da Sol Nascente Papéis, o papel barreira foi idealizado para atender o ramo alimentício, atuando como a embalagem mais adequada para salgados, doces, frios, lanches, fundos de bandeja para refeições, entre outros (...) esse material atua como um verdadeiro bloqueador de gordura, impedindo que ocorra o vazamento de resíduos gordurosos oriundos do alimento conferindo um aspecto de segurança e cuidado com o alimento. Além de impedir a transferência de gordura, o papel-barreira é o mais adequado para embalar alimentos e refeições. Isso ocorre porque ele é feito por uma composição de substâncias que não afetam o sabor do alimento, em outras palavras, a formação desse papel não utiliza elementos químicos que alteram a qualidade do produto embalado.

 

Poderá ouvir esta WebTalk em Spotify (link de acesso) ou em Anchor FM (link de acesso).