Loading...

CAPAZ #17 - A tecnologia nos Serviços Partilhados e o caso da adidas

Os centros de serviços partilhados são estruturas com competência para executar funções organizacionais de apoio para as empresas. Através deles, as tarefas operacionais são centralizadas, minimizando custos administrativos e otimizando a capacidade e celeridade na resposta. Possuem ainda a enorme vantagem de o conhecimento poder ser facilmente disseminado, garantindo a aplicação das melhores práticas. Em grande medida, os serviços partilhados especializam-se em funções organizacionais transversais e específicas à maioria das entidades de um dado setor. Geralmente, são funções corporativas, como RH, contabilidade, departamento jurídico, financeiro e tecnologias de informação.

Instalado no TECMAIA há mais de 10 anos e já com cerca de 800 colaboradores, o Global Business Services Porto da Adidas está empenhado na integração total dos serviços partilhados nos recursos internos da empresa, minimizando o modelo de outsourcing, algo que pode gerar excessiva complexidade, dado que cada fornecedor tem diferentes níveis de qualidade, processos e procedimentos de pagamento.  Poderá esta estratégia aumentar a capilaridade empresarial e, simultaneamente, garantir a harmonização de processos e a monitorização da qualidade dos mesmos? Que papel ocupa, dentro da gestão do negócio, o profissional de perfil tecnológico nesta transição digital? O nosso convidado desta semana, João Silva Pinto, Adidas TechHUB Leader & Director of SAP Software Engineering, formado em Engenharia Informática pelo ISEP oferece-nos a sua perspectiva neste e noutros assuntos de relevância como por exemplo:

 

  • Os centros de serviços partilhados como epicentros de desenvolvimento tecnológico;
  • De que forma a experiência do consumidor vai ser afetada pela transição digital?
  • O desafio da cibersegurança;
  • O caso de Portugal enquanto país atrativo para as marcas globais através da criação de novos centros de competências;

 

Portugal e os Centros de Serviços Partilhados

Segundo o site da aicep Portugal Global, CEO’s de todo o mundo escolhem Portugal para instalar Centros de Serviços Partilhados ligando os seus negócios ao mundo. Nesta perspectiva, Portugal tem: capital humano altamente qualificado, com competências linguísticas acima da média, apetência por novas tecnologias e facilidade natural de relacionamento com outras culturas; Localização estratégica, que facilita o acesso a novos mercados já que Portugal é o país da Europa mais próximo da América do Norte e tem apenas três horas de diferença de São Paulo ou Moscovo.

 

Poderá ouvir esta WebTalk em Spotify (link de acesso) ou em Anchor FM (link de acesso).